Canvas para negócios digitais: o que é e como aplicar

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
O método Canvas para negócios digitais é uma variante do celebrado Business Canvas Model, desenvolvido por Alexandre Osterwalder. Uma ferramenta bem prática e muito versátil para operacionalizar o gerenciamento estratégico de novos modelos de negócios.

Uma das vantagens do método Canvas é que, quando utilizado, ele correlaciona recursos, ações e impactos, permitindo aos gestores terem uma visão bem mais ampla dos possíveis cenários que se relacionam com aquele novo empreendimento.

Preparamos um resumo para você, em 4 tópicos, explicando o funcionamento, aplicação e quais vantagens de se usar o método Canvas. Acompanhe!

O que é o método?

O método Canvas é composto basicamente de uma tabela, um quadro a ser preenchido com as informações do modelo de negócios proposto.

Esse quadro está dividido em quatro grandes áreas: clientes, oferta, infraestrutura e viabilidade financeira. Além disso, esses quatro setores juntos estão subdivididos em 9 elementos:

  • segmentos de clientes;
  • propostas de valor;
  • canais;
  • relação com clientes;
  • origens de receita;
  • principais recursos;
  • atividades-chave;
  • principais parcerias;
  • estruturação dos custos.

O modelo também é dividido em dois hemisférios: o direito, relacionado a decisões mais emocionais, e o esquerdo, voltado a processos decisórios mais objetivos, pautados na lógica.

Como aplicar o método Canvas para negócios digitais?

Para aplicar o método Canvas deve-se imprimir o quadro e utilizar post-its para fazer anotações nas subdivisões que já relatamos no passo anterior. Dessa forma, fica mais fácil acrescentar novas informações, ou mesmo descartar outras no meio do processo. Também existe a opção de preencher a tabela de forma digital.

Para lhe ajudar a entender melhor como funciona essa aplicação, veja como são feita as etapas do preenchimento do Canvas de acordo com as estratégias de negócios digitais:

Segmentos de clientes

Aqui, você indicará qual é o público-alvo do seu negócio digital, procurando ser o mais específico possível no preenchimento dessas informações: meus clientes são, em maioria, homens ou mulheres? De qual faixa etária? Quais são os seus interesses?;

Propostas de valor

Esta seção corresponde à proposta de valor que o seu negócio digital pretende oferecer aos seus clientes.

De um modo geral, uma boa proposta de valor considera atributos como preço, desempenho, praticidade, conveniência, status, entre outros. Além disso, devem ser respondidas aqui as seguintes perguntas:

  • o que levará o meu público-alvo a comprar o serviço ou produto que estou oferecendo?;
  • qual problema ou necessidade do cliente o meu serviço ou produto sanará?.

Canais

Como os clientes descobrirão a sua proposta de valor? Por meio dos canais estabelecidos por você. Eles correspondem aos meios de contato entre o seu negócio digital e o cliente. Você pode dividi-los da seguinte forma:

  • digitais: redes sociais, e-mail, site;
  • vendas: telefone, internet, pessoal etc.;
  • distribuição: correios, transportadora, serviços de delivery, entre outros.

Relação com clientes

Qual será o tipo de ligação entre o meu negócio digital e os clientes? É importante pensar em quais estratégias você deve adotar para se comunicar com o seu cliente, atraí-lo, conquistá-lo e, por fim, fidelizá-lo. Essa relação, então, pode ser:

  • pessoal: tendo como base a interação humana;
  • automatizada: utilizando chats e bots;
  • self-service: o cliente consegue fazer todas as ações que deseja em seu site, por exemplo, por conta própria.

Origens de receita

É importante definir qual será a fonte da sua receita. Será com a venda de seus serviços ou produtos? Com a publicidade?

Se no momento do preenchimento desta seção você ainda não tiver certeza sobre a resposta, insira no campo algumas opções e ideias que já tenha pensado.

Principais recursos

Trata-se dos recursos fundamentais ao funcionamento do seu negócio digital, podendo esses serem financeiros, infraestruturais, humanos ou até mesmo intelectuais. Em outras palavras, tudo aquilo que você precisa para operar e gerar valor para o seu cliente.

Atividades-chave

Quais são as atividades necessárias para o funcionamento do seu negócio digital? Ao preencher este item, você deverá listar tudo aquilo que precisará ser executado para que o seu empreendimento tenha boa performance — para isso, siga o mesmo princípio do item anterior.

Principais parcerias

Corresponde aos principais parceiros e distribuidores que poderão agregar valor ao seu serviço ou produto, formando assim uma aliança de sucesso. Aqui, lembre-se de incluir somente aqueles que realmente contribuiriam para o êxito do seu negócio digital.

Estruturação dos custos

Agora, você deverá listar todos os custos e despesas que você terá com o seu empreendimento, sejam esses fixos ou variáveis. Para um negócio digital, eles podem ser: internet, servidores, taxa do cartão de crédito, entre outros.

Por fim, outro ponto importante é que a aplicação do método deve ser realizado de forma coletiva. Como líder, você pode trazer sua equipe para o processo de preenchimento do quadro. Isso pode ser muito produtivo, pois adicionará o fator da multiplicidade de visões sobre um mesmo aspecto, levando a um produto final mais rico.

Quem pode usar o Canvas?

Como já dissemos, o método Canvas é utilizado para elaboração de novos modelos de negócios, mas isso não significa que ele se destine apenas a empresas iniciantes ou startups.

Uma das coisas interessantes sobre essa ferramenta é o fato de ela poder ser usada também por empresas que já estejam em operação. Com essa técnica, será possível procurar formas de se diferenciar da concorrência, implementar modificações ou ingressar em novos mercados.

Quais as vantagens de se utilizar o método Canvas?

O fato de ser extremamente simples é a principal delas. Basta papel e caneta para preencher o quadro, o que faz com que seja uma solução de custo muito baixo.

A versatilidade é outra vantagem que podemos destacar. O método Canvas pode ser aplicado indiscriminadamente a qualquer que seja o empreendimento proposto. Afinal, o objetivo é auxiliar os empreendedores a organizar a quantidade excessiva de informações disponíveis de uma forma personalizada e direcionada ao modelo de negócio.

Como alinhar o Canvas com os demais planejamentos estratégicos?

Marketing

O marketing digital é atualmente um dos principais aliados de todos os negócios (sejam esses virtuais ou não) que desejam crescer e conquistar mais clientes. Sendo assim, o seu negócio pode considerar esse quesito em suas atividades-chave, por exemplo, alinhando seus propósitos com o funil básico de vendas.

Inovação

Trazer a inovação para a sua proposta de valor é oferecer ao cliente aquilo que os faz questionar como o seu serviço ou produto ainda não existia antes. Frequentemente (mas não se trata de uma regra) isso está relacionado à tecnologia.

Personalização

A personalização é uma proposta de valor que, apesar de não necessariamente recente, é capaz de gerar resultados bastante satisfatórios. Contudo, lembre-se de que personalizar algum serviço ou produto para o cliente é algo que requer estrutura, planejamento e processos definidos.

Como vimos, o método Canvas para negócios digitais é extramente versátil, prático e se destaca como uma ferramenta valiosa na hora de empreender novos projetos.

E se você gostou deste post e quer continuar a leitura de conteúdos relevantes ao seu negócio, não deixe de conferir nosso post sobre como implementar o OKR na sua empresa!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *