Não só no Brasil, vive o São João! Conheça mais 5 países que comemoram as festas juninas

Depois do Carnaval, a mais amada comemoração brasileira é, sem dúvidas, o São João. Com suas comidas típicas, o forró, arrasta pé e as fogueiras, as festas juninas agitam a cultura do Brasil, principalmente no Nordeste. Mas você já parou para se perguntar se as festas juninas existem em outros lugares do mundo? Nós já! Por isso, viemos compartilhar que a resposta é sim, existem festas semelhantes em outros países, embora não do jeito que conhecemos. Quer conhecer algumas das festas parecidas? Vem com a gente!

A origem do São João

Apesar de São João ser atualmente associada com as comemorações católicas e alguns santos da religião, a origem das festas juninas vêm desde antes da Idade Média e o principal objetivo delas era prestar homenagens aos deuses da natureza e da fertilidade. Com a consolidação da Igreja, essas homenagens começaram a ser impedidas e, logo em seguida, ressignificada, tornando a data como uma festividade religiosa cristã.

Aqui no Brasil, a festa, ligada aos santos da igreja católica (Santo Antônio, São Pedro e São João), chegou através dos portugueses e sofreu influências da cultura e religião de cada região até se tornar o que conhecemos hoje. Um exemplo dessas influências pode ser as próprias quadrilhas juninas que são bem parecidas com os bailes franceses do século 18.

1 – São João na Suécia 

A festa por lá é chamada de Midsommar e, considerada mais importante que o Natal, serve para comemorar o solstício de verão com cantos e danças tradicionais ao redor de um mastro. Os participantes da festa, adultos, crianças e idosos, jogam flores e folhas ao redor do mastro.

Não tem milho por lá, mas ninguém sente falta, já que a comida tradicional dessa festa são os alimentos cultivados na época, como batatas e morangos, além de arenque. E, apesar de não ter nenhum correio elegante ou pedidos de casamento para o Santo Antônio, existem algumas simpatias por lá também, as moças constroem buquês de sete ou nove flores diferentes e os colocam embaixo do travesseiro para conseguirem sonhar com seus futuros maridos. 

2- São João na Espanha

A festa na Espanha é bem diversificada e cada região do país tem uma característica diferente. Na Catalunha, os fogos de artifício são a atração principal. No norte do país, são as tradições celtas que brilham com danças e concertos. Em Alicante, no sudoeste da Espanha, mais de 200 monumentos satíricos de papel machê são queimados na noite do “cremà” em fogueiras espalhadas por diferentes parte da cidade, além das fogueiras, ainda acontecem desfiles, oferendas florais, eventos gastronômicos e mais fogos de artifício, o final da festa acontece na praia, onde as pessoas curtem de um incrível concurso de pirotecnia.

Já o São João de San Pedro Manrique, na província de Soria no centro do país castelhano, mil quilos de lenha queimam em frente à ermida da Virgen de la Peña. Em um tapete vermelho de brasas os homens de São Pedro andam descalços sobre as brasa com alguém nas costas desde a meia-noite de 23 de junho.

3- São João em Porto Rico

O santo é o patrono de Porto Rico e é até o nome da capital do estado, por tanto, é uma festa extremamente celebrada na ilha. Um dos principais costumes da festa, inspirado nos batismos que São João realizada no rio Jordão, é o de se jogar de costas no mar três, sete ou até doze vezes à meia-noite para que o mar leve tudo o que há de ruim e permita o começo uma vida nova e, por isso, as praias ficam lotadas. Ah, e não falta comida e música para alegrar a noite.

4- São João no Peru

As festas juninas no Peru não se resumem a festa de São João, por lá os peruanos comemoram o Dia dos Pais, no terceiro domingo de junho, o Corpus Christi, apesar de não ser feriado para todo o país e a data de 24 de junho divide sua importância em duas festividades. O Inti Raymi e o dia de São João. 

O Inti Raymi era uma tradição inca, uma cerimônia religiosa que celebrava o Sol do dia mais curto do ano, o Solstício de Inverno, atualmente a festa ainda é reproduzida na região de Cusco.

Já no São João, que por lá está bastante ligado a lendas e tradições antigas, ocorre a mistura das tradições católicas com culturas importadas e regionais. Por exemplo, em Tacna ocorre a noite de fogueiras, pois acreditam que é a noite mais fria do ano, devido ao Solstício de Inverno. Na Selva Peruana a Fiesta de San Juan é a principal festa do ano, pois o santo é o padroeiro da Amazônia, as regiões de Amazonas, San Martín, Madre de Dios, entre outros, que preparam a festa com muita música, dança, feira e diversão e a véspera do feriado serve para se purificar, banhando-se nos rios, já que eles creem que São João abençoa o curso das águas. Além disso, na noite do dia 23, os grupos amazônicos também acendem fogueiras, para abrirem um mundo de fantasias com o calor e a energia, e utilizam as cinzas para curar doenças. Já no dia 24, acontece a missa de celebração ao santo e uma procissão com música típica da região, finalizando com uma dança em grupo ao redor de uma palmeira cheia de presentes.

5- São João no Canadá

Um dos lugares que mais diferem de nosso São João, com certeza é o Canadá. Por lá as festas, que ocorrem apenas nos dias 23 e 24, são comemorados apenas nas cidades colonizadas por franceses. No dia 24 é celebrado em Quebec, que se tornou uma festa mais politizada e patriótica do que religiosa, como originalmente. Antes chamada de Festa de São João, agora é mais conhecida como Feriado Nacional e nada mais é do que um desfile de rua com bandas de música, acrobatas e 24 bonecos gigantes que presentam os ícones da história de Quebec, a única semelhança com o São João de outros lugares é a fogueira que fica rodeada de pessoas e onde acontecem concertos musicais, danças, churrascos e fogos de artifício.

Conclusão

E aí, de qual você mais gostou? Apesar da nossa festividade ser, sem dúvida, muito mais gostosa do que a dos outros países, até que bateu uma curiosidade de ir visitar esses outros lugares em junho para conhecer essas festas mais de perto, certo? Com os intercâmbios voluntários da AIESEC você pode ter a chance de ir para um país diferente durante Junho e aproveitar os dias livres do trabalho voluntário para conhecer e vivenciar de perto alguma dessas festas.

Compartilhe

Nossos intercâmbios com descontos de

*Promoção válida por
período limitado.