Tipos de recrutamento: escolha o melhor para a sua empresa

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Escolher entre os diferentes tipos de recrutamento é, certamente, algo desafiador. Com os altos custos decorrentes da contratação e do treinamento de um colaborador nas competências e habilidades necessárias para realizar um bom trabalho, cometer um erro nessa área pode prejudicar substancialmente a empresa.

A fim de evitar falhas, concentre-se em duas possibilidades principais de recrutamento: o interno e o externo. Na prática, existem vantagens em ambas as formas. Neste post, abordamos alguns elementos a serem considerados para que você escolha o tipo que mais se adéqua às características e necessidades específicas de sua organização.

Continue a leitura, fique de olho nos tipos de recrutamento e escolha o melhor para sua empresa! Vamos lá?

Recrutamento interno

Uma estratégia interna de recrutamento é caracterizada pela promoção de atuais colaboradores, designando-os para funções hierarquicamente mais elevadas na empresa.

Muitas organizações utilizam ferramentas como o envio de e-mails, folhetos e postagens de intranet, entre outras, para informar os funcionários existentes sobre a disponibilidade de vagas.

Além disso, o recrutamento interno pode ser interessante para a organização que deseja cobrir rapidamente determinadas funções críticas ou criar uma política de promoção permanente.

Recrutamento externo

A estratégia oposta, qual seja, a do recrutamento externo, envolve a procura sistemática, por parte do departamento de recursos humanos, por bons candidatos à contratação que estejam fora de seu próprio pool de colaboradores.

Nesse caso, é comum a utilização de anúncios em jornais, sites de pesquisa de empregos, feiras profissionais e referências pessoais. Algumas recorrem, até mesmo, a agências para preencher posições que exigem poucos conhecimentos específicos e/ou técnicos.

É usual, também, a contratação de consultores para ajudar no processo de seleção, a fim de garantir que apenas os profissionais mais capacitados sejam recrutados.

Vantagens do recrutamento interno

O recrutamento interno apresenta algumas vantagens “naturais”. Ele elimina a necessidade de “reinventar a roda”, pois o recrutado já é um colaborador. Sendo assim, ele provavelmente entende bem o modelo comercial, a cultura corporativa e os processos da empresa antes de assumir o novo cargo.

Como resultado, ele tende a se adaptar à posição mais rapidamente do que alguém que é recrutado externamente — e que exige mais tempo para ser encontrado, treinado e preparado para o trabalho. Sem mencionar o risco sempre presente de, após tudo isso, o externo ainda não se adaptar completamente.

Não se esqueça de que, do ponto de vista dos colaboradores atuais, a oportunidade de avançar na carreira proporciona uma forte motivação.

Vantagens do recrutamento externo

O recrutamento externo, por sua vez, também possui algumas vantagens substanciais. Diferentemente do tipo interno, sua empresa receberá ideias novas de um colaborador que ainda não foi exposto aos seus processos e fluxos de trabalho.

Esse funcionário tende a trazer informações ou metodologias de seu antigo empregador e que, se forem consistentes, podem até ser integradas às suas melhores práticas.

Entre os tipos de recrutamento, o externo possui melhores condições de levar estabilidade às equipes, mantendo-as intactas e unidas, uma vez que nenhum colega de trabalho se torna, de uma hora para a outra, um superior hierárquico.

Gostou do nosso artigo? Qual tipo de recrutamento você aplica em sua empresa? Deixe um comentário no post e divida conosco sua experiência!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *