Como é parte do trabalho voluntário dos membros da AIESEC?

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Pra hoje queria compartilhar com vocês um pouco mais sobre a Aiesec. Quero apresentar para vocês um setor muito importante e que tenho um carinho imenso. Afinal, já trabalhei com tudo isso! O Incoming Global Volunteer (Intercâmbio Voluntário para Estrangeiros) – que a gente chama carinhosamente de iGV – é um setor muito importante dentro da nossa organização porque é responsável por trazer estrangeiros para o país com o intuito de ajudar nas nossas ongs e escolas, além de, claro, fazer que se desenvolvam pessoalmente.

Sim, ajudar porque esse produto é ligado diretamente ao voluntariado. Inclusive, se quiser saber mais sobre a experiência de ser voluntário pela AIESEC fora do país, você pode ler aqui a história da Malu.

Aqui em Recife, eles trabalham em ONGs. São voluntários que dão suporte nas ongs durante 6 semanas aplicando os projetos que escolheram quando decidiram vir para o Brasil. Durante o tempo até a realização eles tem um suporte para tirar todas as possíveis dúvidas, tanto sobre o país, cultura, comida, qualidade de vida, como também sobre o projeto.

Nós temos vários projetos no Brasil, desde trabalhar com crianças com deficiências a trabalhar diminuindo a desigualdade social, passando pela parte de suporte ao marketing e administração da ONG. Enfim, são várias as oportunidades e você pode escolher o que mais se identifica. Pra se inscrever e saber mais é só clicar aqui!

Com o projeto definido, o intercambista entra na parte de preparação para vir ao país de destino. É responsabilidade da Aiesec oferecer o suporte para o intercambista, com o acompanhamento pré viagem, durante a vivência e pós.

No acompanhamento durante a realização, temos reuniões semanais com todos os intercambistas. Em Recife, chamamos de Lead Space que é, basicamente, uma aula sobre empoderamento e desenvolvimento. Nela, buscamos melhorar as 4 qualidades que acreditamos ser importantes para quem busca ser um jovem líder (Vocês podem entender mais sobre isso aqui!). A cada semana uma desses 4 pontos é vivenciado.

Para o intercâmbio voluntário, aqui, é oferecido acomodação durante as 6 semanas de estadia. Elas são, em sua grande maioria, através de Brasileiros que voluntariamente se oferecem para receber essas pessoas em sua casa. O host, como chamamos, são pessoas que também buscam a experiência de ter contato com outras culturas e estão a procura de uma troca de experiências. E o que seria melhor para conhecer a cultura local do que ser recebido por locais?

É assim que cuidamos de cada detalhe para que a imersão na nossa cultura seja real e completa. Eu já participei da experiência de ser host duas vezes e em ambas tive ótimas experiências!

Andrea (México) na imagem a esquerda e Sarah (Suíça) na imagem direita

Como você pode ver, ser dessa área dentro da aiesec e faz uma diferença enorme – nas nossas vidas e na dos nossos intercambistas. O impacto é enorme e visível para os membros, para os hosts mas, principalmente, para as crianças que estão recebendo toda essa aula de cultura e ampliando a visão de mundo, criando novas perspectivas.

O que você achou de conhecer mais sobre a AIESEC?! Qualquer dúvida pode deixar nos comentários, mas antes me conta: o que mais vocês querem saber da AIESEC?

3 comentários em “Como é parte do trabalho voluntário dos membros da AIESEC?”

  1. Como não tinha conhecimento do trabalho de vocês antes?! Acho super fofo esse tipo de trabalho voluntário, e deve ser ainda mais gostoso quando envolve viajar! Eu gostaria muito mesmo de saber mais sobre esse tipo de ação. Vou acompanhar o blog agora 😛

    1. Fala Gabriel! O trabalho da AIESEC é fantástico mesmo: é unir desenvolvimento (pessoal e para o mundo) e viagem! Muito maneiro, né? E que felicidade ter você conosco por aqui! Fica ligado que ainda tem muita história massa vindo por aí! 😉

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *