Como medir a performance do funcionário temporário?

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Você já sabe como medir a performance dos colaboradores efetivos da sua empresa, não é mesmo? Porém, já considerou a importância de mensurar o desempenho e desenvolvimento dos funcionários temporários? Se não, está na hora de criar estratégias para isso!

Neste artigo, descubra tudo sobre como medir a performance do funcionário temporário do seu negócio. Acompanhe!

Qual é a importância de medir a performance do funcionário temporário?

O funcionário temporário pode ter grande valor estratégico para a sua empresa, seja por suprir demandas maiores em períodos de tempo específicos, auxiliar em projetos sazonais ou trazer uma visão diferente para o negócio. Dessa forma, a avaliação de desempenho desses colaboradores não pode ficar de fora dos processos de RH da organização.

Ao medir a performance do funcionário temporário, você gera insumos valiosos tanto para a empresa quanto para o colaborador. Assim, ele adquire mais clareza sobre o próprio trabalho, entende quais são os seus pontos fortes e em quais aspectos precisa investir para se tornar um profissional mais completo.

Já o negócio entende quais foram os resultados gerados por aquele colaborador e o quanto a empresa impactou no desenvolvimento do profissional durante o período de trabalho. Além disso, você gera dados que podem indicar melhorias no setor de RH da empresa, assim como na forma de lidar com os funcionários temporários da organização.

Portanto, medir a performance do funcionário temporário é extremamente importante para que o negócio entre em um ciclo de melhoria contínua, gerando valor tanto para a sociedade quanto para os colaboradores que fazem parte da empresa. Com isso, você melhora a reputação da sua marca como empregadora e cria um diferencial de mercado para o negócio.

Como medir essa performance?

Existem algumas particularidades para avaliar colaboradores temporários na empresa. A principal delas é relacionada ao tempo entre as avaliações. Isso significa que você não pode avaliar o funcionário hoje e apenas daqui a um ano, uma vez que ele pode não fazer mais parte da empresa nesse momento.

Portanto, o ideal é utilizar uma metodologia de avaliação que atenda às necessidades da empresa e aplicá-la assim que o colaborador entre na organização. As reavaliações podem ser realizadas a cada 3 ou 6 meses, dependendo do tempo de contrato.

Para isso, você poderá utilizar instrumentos de avaliação específicos. Conheça alguns deles:

Avaliação por competências

Nesse tipo de avaliação, você deve elencar todas as competências que o funcionário temporário precisa exibir para cumprir com as suas funções dentro da empresa. A partir desse processo, é possível avaliar quais foram ou não exibidas.

Avaliação por objetivos

Nesse caso, você julga o desempenho do colaborador de acordo com os objetivos e metas específicos que ele deve cumprir ao fim do contrato de trabalho.

Avaliação por escala gráfica

Para aplicar essa metodologia, você deve criar uma tabela na qual os itens a serem avaliados ficam em uma coluna e os critérios em outra. O superior preenche a tabela e você tem acesso a dados visuais de forma gráfica.

Avaliação por escolha forçada

Nela, você faz uma lista de características e solicita que o colaborador indique aquela que mais tem a ver com ele e a que ele menos se identifica.

E quando o funcionário temporário é estrangeiro?

Nesse caso, a avaliação exige alguns outros cuidados para que os resultados sejam válidos. É importante adaptar o instrumento utilizado à cultura do colaborador, de forma que ele entenda todas as perguntas e consiga responder ao questionário ou à entrevista de forma apropriada.

Além disso, você também precisa levar em consideração o período de adaptação à empresa, uma vez que as diferenças de cultura e língua podem exigir um tempo maior para que ele se sinta confortável. Também é possível aprofundar a mensuração da performance com perguntas sobre as principais dificuldades enfrentadas e pontos de melhoria que ele enxerga para o negócio.

Medir a performance do funcionário temporário é essencial para melhorar a empresa como um todo e contribuir cada vez mais com o desenvolvimento da sua equipe. Funcionários estrangeiros não devem ficar de fora do processo, sendo incluídos de acordo com as particularidades que exigem.

Gostou deste artigo? Então, aproveite para assinar a nossa newsletter e fique sempre por dentro das nossas atualizações!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *