Desenvolvimento pessoal e profissional dentro da AIESEC

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Desenvolvimento pessoal é algo inevitável em nossas vidas, desde que nascemos e passamos pelas fases de criança, adolescente, jovem, adulto e idoso somos expostos a aprendizados que geram amadurecimento e muito crescimento pessoal. O desenvolvimento profissional também é intrínseco na vida da grande maioria das pessoas, pois é necessário trabalhar para obter condições básicas de sobrevivência. 

Porém, mediante a todo esse crescimento que vem automaticamente com as fases da vida, precisamos impulsionar outros pontos de desenvolvimento e aperfeiçoamento ao longo de nossas carreiras e trajetórias. Esse desenvolvimento adicional é guiado por nós e somos totalmente responsáveis por ele. 

Se você decidir que vai morar sozinho e pagar todas as suas contas com 18 anos, você vai precisar arrumar um trabalho, aprender como cuidar de uma casa e a pagar boletos. Vai ter que dar um salto imenso caso você saia direto da casa e do conforto de seus pais. Mas é uma escolha! E vai te proporcionar muito crescimento. 

Quando você decide seguir uma carreira, você vai pra faculdade, estuda matérias relacionadas ao curso e procura projetos de extensão que te proporcionem crescimento e te preparem melhor para o mercado de trabalho. E essa última parte é uma escolha sua que pode te ajudar e te dar vantagens na hora de arrumar um emprego. 

Fazer parte da AIESEC também é uma escolha. Uma escolha que envolve crescimento pessoal e profissional. Dentro da própria organização há um modelo de desenvolvimento pautado na liderança jovem que busca medir, conforme o início e encerramento de semestre, o quanto o jovem membro aprendeu e melhorou dentro da instituição.

LDA – Leadership Development Model (Modelo de Desenvolvimento de Liderança)

LDA - Modelo de Desenvolvimento de Liderança da AIESEC
LDA – Modelo de Desenvolvimento de Liderança da AIESEC

Sempre que um membro entra na organização, ele vai realizar o teste de LDA, ou seja, o modelo de desenvolvimento de liderança proposto pela AIESEC. O membro irá fazer a cada 6 meses, para medir o crescimento que teve durante esse período dentro da instituição. O mesmo vale para intercambistas da AIESEC: faz antes de embarcar e depois que voltar da viagem. 

LDA - Modelo de Desenvolvimento de Liderança da AIESEC
As 4 capacidades avaliadas no LDA da AIESEC

Esse modelo consiste na análise de 4 pontos: cidadão do mundo, autoconsciente, empoderando outros e orientado a soluções. A AIESEC acredita que, para se tornar um líder e, mais importante, um bom líder, o jovem precisa desenvolver essas 4 capacidades.

Outros métodos de desenvolvimento 

O LDA é o mais cobrado e utilizado pela organização jovem para medir o nível de desenvolvimento de seus membros e seus intercambistas. No entanto, dentro da AIESEC, são utilizadas outras maneiras para impulsionar o crescimento de seus voluntários. 

Um desses exemplos é o PDP (Plano de Desenvolvimento Pessoal), que é feito pelo líder direto de cada membro. Dentro dele são traçados alguns pontos de desenvolvimento, podendo ser melhorados ao longo do mês, mediantes à supervisão e revisão do líder direto.

Outros métodos interessantes usados pela AIESEC são a constância de feedbacks e a cultura de trackear semanalmente as atividades de seus liderados, podendo acompanhar de perto o trabalho desenvolvido por ele, suas dificuldades e seus pontos de melhoria.

Pela possibilidade que a AIESEC oferece em confiar cargos de liderança aos jovens, os membros podem liderar times ou então administrarem projetos sozinhos. Com isso, a organização também oferece um desenvolvimento próprio para cada voluntário que se arrisca a embarcar nessa trajetória, dando, ao final da experiência, um rico aprendizado de como guiar projetos e pessoas, entendendo seus anseios, dificuldades e em como melhor motivá-los.

Gostou desses modelos de desenvolvimento? Então aproveita que as inscrições para o processo seletivo da AIESEC estão abertas. Só clicar aqui

E se quiser saber mais sobre nossos programas de intercâmbio, é só acessar nosso site

Texto escrito por: Caroline Roxo