Entrevista invertida: como aplicá-la na contratação de estrangeiros?

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Uma técnica conhecida como entrevista invertida pode enriquecer significativamente uma entrevista tradicional, complementando-a. Durante a realização de processos seletivos, tem sido bastante comum a participação de candidatos que não se informam sobre a vaga concorrida. No entanto, essa falta de engajamento pode causar sérios prejuízos.

É fato que as organizações estão sempre em busca de diversas técnicas com o objetivo de obter uma imagem mais clara de seus entrevistados. Como a entrevista invertida será um desafio inesperado para alguns dos candidatos, ela indicará ao recrutador aqueles que estão mais preparados para a vaga.

Neste artigo, explicaremos o que é entrevista invertida, seus benefícios e algumas dicas para a sua aplicação durante o processo. Continue a leitura e garanta novos talentos que estejam realmente alinhados à cultura organizacional da sua empresa. 

O que é entrevista invertida?

A entrevista invertida é, basicamente, uma troca de papéis entre entrevistador e entrevistado. Dessa maneira, o entrevistador pede ao candidato para fazer questionamentos sobre o trabalho que está buscando, de modo a entrevistar o recrutador.

Trata-se, portanto, de uma técnica não diretiva e que tende a ser bastante reveladora. Isso porque, uma vez que o candidato se mostrar preparado, com questionamentos bem articulados e perguntas interessantes sobre a empresa, ele dará indícios de que realmente está interessado no cargo e na organização.

Quais os benefícios da entrevista invertida?

Análise do candidato de outro ponto de vista

Considerando, principalmente, a contratação de um profissional que vem de outro país, a melhor maneira de saber como seria trabalhar com determinada pessoa é possibilitando que ela faça perguntas, interrogando até mesmo outros candidatos.

Dessa forma, é interessante propor uma ação em que os participantes se entrevistem, criando um debate a respeito do trabalho que vão desempenhar na empresa, por exemplo. 

Contratação de profissionais mais alinhados à cultura organizacional

A partir de uma entrevista invertida, o recrutador será capaz de analisar quais profissionais estão de fato alinhados à cultura da organização

E, sem dúvidas, quando a empresa contrata profissionais de outros países que compartilham da mesma cultura corporativa, há uma grande chance de crescimento e de desenvolvimento, uma vez que os colaboradores estarão em busca dos mesmos propósitos que a empresa.

Redução dos custos dos processos

Com contratações mais certas, o índice de rotatividade passa a diminuir e o engajamento tende a melhorar significativamente. Isso tudo leva a uma redução dos custos envolvidos em contratações e demissões de colaboradores.

Quais as dicas para adaptar essa prática ao recrutamento de estrangeiros?

A aplicação da entrevista invertida é mais produtiva quando realizada junto com a entrevista comum. Portanto, na hora de recrutar profissionais estrangeiros, faça uso de ambas.

Troque de lugar com o entrevistado

A princípio, é importante fazer perguntas aos profissionais, um a um. Em seguida, ceda um momento para que o próprio candidato possa conduzir a entrevista.

Permita que o candidato pergunte o que desejar. É a partir daí que será possível identificar as diferenças entre os candidatos engajados com a empresa e aqueles que não estão.

Incentive os candidatos a se conhecerem 

Essa é uma dica para os casos em que há mais de um candidato por vaga. Procure incentivar os interessados a se entrevistarem.

Essa é uma excelente oportunidade de analisar as habilidades interpessoais. Então, é interessante pedir para que os candidatos se avaliem e que apontem pontos positivos e negativos sobre os seus concorrentes.

Lembrando que é importante considerar os cuidados com o choque cultural, afinal, os participantes podem ser de locais diferentes. Por isso, o ideal é que se conduza o debate a fim de evitar problemas.

Faça perguntas

Após a dinâmica de entrevista em grupo, se ainda existirem dúvidas sobre a futura contratação, faça questionamentos que auxiliem a melhorar o resultado. O ideal é pedir aos interessados que justifiquem o motivo pelo qual acreditam que devem ser escolhidos.

É importante deixar claro que a entrevista invertida não pode substituir a tradicional. É imprescindível, portanto, que ambas façam parte do processo seletivo para contratação de estrangeiros. A técnica é uma excelente opção para verificar habilidades e o modo como os candidatos reagem a desafios.

Gostou do texto? Então compartilhe-o em suas redes sociais para que outras pessoas também possam aprender mais sobre o assunto!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *