Feedback 360º: saiba o que é e quais são as suas vantagens

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Ao longo do expediente, todos os profissionais devem ser instruídos para o crescimento. O gestor de RH ou líder imediato deve indicar quais forças e fraquezas devem ser mantidas, corrigidas ou eliminadas. Para isso, o feedback 360 graus é muito útil.

Há, porém, alguns gargalos que impedem o uso dessa ferramenta: o desconhecimento por parte dos gestores é um dos principais. Ainda é possível citar o desconforto em oferecer feedbacks e/ou o receio de criar um clima ruim. Esses pensamentos, entretanto, são infundadas.

Nos tópicos seguintes, vamos explicar claramente o que é feedback 360 graus, quais as suas vantagens e como colocá-lo em prática na empresa. Por essa razão, continue com a leitura.

O que é feedback 360 graus?

O feedback diz respeito a um retorno de informação. Quando um líder se reúne com seu funcionário ou sua equipe para dizer o que está indo bem e o que precisa ser corrigido, por exemplo, está dando um feedback. O termo feedback, vem do inglês. Em uma tradução livre, significa: uma espécie de “parecer” ou “efeito retroativo”.

Infelizmente, muitos profissionais recebem feedbacks simplistas, que se concentram apenas na visão do seu superior imediato. Se por um lado esse feedback é bom e ajuda no crescimento, por outro pode estar enviesado e desconsiderar muitos fatores importantes.

Portanto, a alternativa mais correta é oferecer um feedback amplo e que parta de múltiplas percepções, chamado de feedback 360 graus. Ele reúne a visão do superior imediato, mas também dos colegas de trabalho, subordinados e do próprio colaborador avaliado. Para tanto, é preciso reunir uma série de avaliações de desempenho diferentes, como a autoavaliação, avaliação em 180 e 360 graus, o que será explicado em outro tópico.

Quais as vantagens do feedback 360 graus?

Há muitas vantagens, tanto para a empresa quanto para o profissional. Um feedback bem estruturado ajuda a colocar em proeminência pontos fortes e fracos dos colaboradores, e não reforçá-los, neutralizá-los ou eliminá-los. Confira, agora, 6 principais benefícios.

Indica pontos cegos

Mesmo os maiores talentos têm pontos cegos, isto é, competências e/ou incompetências que passam desapercebidas. Os próprios profissionais não conseguem identificá-las, sendo preciso de um parecer externo — feedback — para que isso seja feito.

Esses pontos cegos, até os menores, podem resultar em grandes problemas no médio e longo prazo. Por exemplo, a falta de polidez de um empregado pode gerar conflitos interpessoais, resultando em um clima organizacional tóxico. Por isso é preciso indicar os pontos cegos.

Gera entusiasmo no trabalho

É errado acreditar que o feedback vai deixar o colaborador desgostoso e irritado com a empresa. Ao contrário. O retorno de informação é a maior prova de que o funcionário está recebendo atenção e que seu papel na empresa é importante. Logo, promove entusiasmo.

Quando o feedback 360 graus gera desmotivação, é porque não foi bem estruturado. É sempre importante esclarecer que o objetivo não é criticar ou apontar certos defeitos, mas direcionar o talento à melhoria tanto pessoal quanto profissional — o que entusiasma.

Promove a melhoria

Todo profissional precisa melhorar continuamente, caso contrário vai ficar para trás. Como o feedback revela pontos cegos e gera entusiasmo, também promove a melhoria contínua do profissional. Ele pode estar sempre corrigindo suas fraquezas e reforçando suas forças.

Caso não recebesse feedbacks, o processo de melhoria contínua seria mais difícil. O profissional poderia passar anos repetindo os mesmos erros ou sustentando suas mesmas incompetências. Isso implicaria em menos competitividade e uma carreira estagnada.

Reforço do time de trabalho

A empresa também tem grandes benefícios com o feedback 360 graus. O primeiro é o reforço do time de trabalho. Como todos os profissionais podem corrigir suas falhas mais latentes, também podem contribuir para a criação de uma equipe de alta performance.

A vantagem de poder contar com boas equipes é que, mesmo quando pegam uma ideia ou projeto de baixa qualidade, fazem um ótimo trabalho. Equipes de baixa performance, pelo contrário, mesmo quando assumem boas ideias, acabam realizando um trabalho de má qualidade.

Alcance das metas

Toda empresa tem um conjunto de metas, ainda que implícitas, que devem ser alcançadas por seus gestores e equipes de trabalho. Quando os profissionais não estão entusiasmados ou não são competentes para atingir essas metas, os resultados são insatisfatórios.

Com o feedback 360 graus, os profissionais podem ser mais bem direcionados para que alcancem as metas inicialmente estabelecidas. Isso gera uma série de vantagens à empresa, tornando-a mais competitiva, rentável e atraente em seu respectivo segmento de atuação.

Maior eficiência e eficácia

Eficiência é fazer certo as coisas, enquanto a eficácia é fazer as coisas certas. Essas duas palavras devem estar vivas no expediente e serem perseguidas com afinco pelos talentos. Bons feedbacks, claro, ajudam a fazer a coisa certa e de maneira acertada.

Muitos talentos focam energia e talento (eficiência) nas coisas erradas (eficácia). Logo, não contribuem para o sucesso da empresa. Um feedback 360 graus ajuda a mudar o cenário, aliando eficiência e eficácia. Isso reduz os erros, desperdícios e aumenta a produtividade.

Como funciona o feedback 360 graus?

O feedback 360 graus é um retorno ao empregado, um parecer sobre seus pontos fortes e fracos. No entanto, para que isso seja bem feito, o gestor precisa de uma visão completa e bem subsidiada. Portanto, usa três fontes de avaliação:

  1. autoavalização: o funcionário avalia a si próprio por meio de questionários;
  2. avaliação do gestor: o superior imediato avalia forças e fraquezas do subordinado;
  3. avaliação por pares: colegas de trabalho ou subordinados avaliam o profissional.

Veja, então, a avaliação resulta de três fontes diferentes. Portanto, o profissional pode ser visto por diferentes ângulos, o que aprofunda a compreensão das suas forças e fraquezas. Os resultados dessas avaliações são usados para oferecer um feedback completo, em 360 graus.

Agora você sabe o que é feedback 360 graus e quais suas vantagens, tanto à empresa quanto aos colaboradores. Retornos profundos e bem fundamentados ajudam a melhorar em pontos estratégicos, também garantem que pontos cegos sejam descobertos.

E então, gostou do artigo, correto!? Aproveite para assinar nosso newsletter e receber novidades diretamente em seu e-mail. Vamos lá!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *