Internacionalização de empresas brasileiras: 5 exemplos de sucesso

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Quer aumentar as vendas do seu negócio e alcançar novos nichos, mas não sabe como fazer isso? Você já pensou em expandir a sua empresa para mercados internacionais? Os benefícios da internacionalização de empresas brasileiras vão além do aumento dos lucros.

Ampliar a atuação do negócio para outros países é um caminho para ganhar competitividade e alcançar o sucesso. Afinal, esse processo eleva o nível técnico do empreendimento e melhora os resultados da empresa.

Quer entender melhor sobre o assunto? A seguir, você vai ver como funciona a internacionalização de empresas brasileiras, as vantagens da estratégia, 5 cases de sucesso e, ainda, como colocar isso em prática. Confira!

A internacionalização de empresas brasileiras

Internacionalizar significa expandir a atuação da empresa para o mercado externo. Esse processo inclui desde a importação e exportação até a produção de produtos e serviços em outros países.

O Brasil é novo nessa realidade. Porém, a internacionalização de empresas brasileiras vem se mostrando como uma ótima forma de garantir o sucesso e crescimento das organizações nacionais. Inclusive, o continente americano parece ser o preferido, segundo pesquisas, pelas empresas, sendo os Estados Unidos, Colômbia, México e Argentina os países que ocupam os primeiros lugares na internacionalização.

Contudo, sabemos que conseguir exportar produtos e serviços para o mercado estrangeiro pode ser um  grande desafio — sobretudo para as pequenas e médias empresas. A prática, no entanto, pode ser facilitada, caso a empresa coloque em ação uma série de estratégias eficientes, já utilizadas por grandes organizações.

Os benefícios da internacionalização de empresas brasileiras

Expandir os negócios é certamente algo vantajoso para um empreendimento. Trata-se de uma oportunidade de reduzir a dependência em relação ao mercado interno, aumentar a produtividade e a inovação, diversificar produtos e, consequentemente, obter mais lucro. Se você tem dúvidas se vale a pena investir nessa estratégia, veja, a seguir, o que a sua empresa pode ganhar com a internacionalização:

Melhor posicionamento estratégico da marca

O posicionamento estratégico consiste na forma como uma empresa se coloca no mercado, como ela é conhecida e como as pessoas a veem. Internacionalizar a empresa é uma maneira de ganhar relevância perante o público-alvo e a concorrência.

Isso porque, muitas vezes, é necessário elevar o nível de qualidade para atender mercados internacionais, e isso agrega valor aos produtos e serviços. Essa é uma oportunidade de alcançar novos patamares e se tornar uma marca com referência global.

Portanto, a estratégia deixa a empresa em uma posição de destaque no mercado e na mente dos consumidores. Isso faz toda a diferença nos resultados do negócio.

Conquista de novos mercados

A internacionalização de empresas brasileiras permite a exploração de mercados consumidores ainda pouco aproveitados. Além disso, é possível prever sazonalidades e suprir a baixa demanda de um país com o aumento no volume de vendas em outro.

Quer um exemplo prático? Os produtos de moda praia, geralmente, têm picos de vendas no verão. Porém, durante o inverno brasileiro, é possível investir na comercialização dos produtos em países com estação oposta.

Atração dos melhores talentos do mercado

O sucesso de uma empresa depende das pessoas que trabalham nela. Por isso, é essencial contar com apoio dos melhores profissionais. Ao expandir a atuação da empresa para o mercado internacional, você terá acesso a profissionais estrangeiros com competências e habilidades diferenciadas, muitas vezes, não encontradas em colaboradores nacionais.

Contudo, é bom lembrar que esses trabalhadores não vão substituir os brasileiros, mas sim somar a fim de formar uma equipe plural. A diversidade nas empresas é uma estratégia que garante funcionários mais produtivos e engajados. Afinal de contas, as diferenças instigam novos pensamentos e faz a criatividade aflorar.

Aumento do volume de vendas

Um dos maiores benefícios da internacionalização de empresas brasileiras está na possibilidade de aumento da receita. Afinal de contas, as vendas não ficam limitadas ao mercado nacional. Logo, é possível ampliar a base de clientes e lucrar mais.

Aliás, a estratégia é ainda mais relevante para setores que enfrentam a saturação do mercado interno. Expandir a atuação da empresa é uma forma de driblar esse impasse e retomar o crescimento do negócio.

Diminuição do custo de produção

Ao produzir em grande escala para ganhar mercados internacionais, é possível baratear o custo de produção. Além disso, quem exporta pode se beneficiar com a redução da carga tributária oferecida pelos países que vão receber a mercadoria. Mas essa regra varia de acordo com o segmento da empresa e com os países de destino. Em alguns casos, o próprio governo brasileiro facilita o processo ao reduzir ou até isentar os impostos sobre a produção e comercialização de produtos que serão exportados.

Uniformização dos processos

O produto que carrega a sua marca precisa ter qualidade padrão — independentemente de ser produzida no Brasil ou em qualquer outra parte do mundo. Portanto, a padronização e gestão de processos são importantes na uniformização da produção.

Como esse é um passo necessário a fim de enquadrar os produtos e serviços às exigências internacionais, expandir a sua empresa para novos mercados também é uma maneira de garantir eficiência produtiva e, por consequência, deixar o seu produto mais competitivo.

5 cases de internacionalização de sucesso

A expansão para mercados internacionais já foi um sucesso em diversas empresas brasileiras. Quer se inspirar para começar o processo agora mesmo? Continue a leitura e entenda mais sobre 5 cases de sucesso!

1. Vale

A mineradora multinacional, Vale, é brasileira, sendo uma das maiores empresas do segmento no mundo e a maior produtora de níquel, pelotas e minério de ferro. Além disso, ela produz manganês, cobre, bauxita, potássio, ferroliga, calium e alumínio. A Vale entrou em 2006 no mercado canadense com sucesso e, atualmente, está presente em 27 países. Hoje, ela configura entre as 10 empresas com maior índice de ativos no mercado estrangeiro.

2. Tigre

Fundada em 1941, a Tigre é uma empresa privada de soluções em PVC. Atualmente, ela está presente em mais de 25 países. Sua operação no exterior começou em 1971, no Paraguai. A Tigre hoje é a 20.ª empresa brasileira mais internacionalizada, contando com mais de 10 fábricas que operam fora do mercado nacional.

3. Gerdau

Também conhecida como Grupo Gerdau, essa indústria siderúrgica brasileira, fundada em 1901, atua industrialmente em 19 países espalhados pela América, Europa e Ásia. A primeira operação da empresa fora do Brasil ocorreu em 1980, no Uruguai e, hoje, 55% das  suas receitas vêm do mercado externo.

4. Alpagartas

A Alpargatas é uma empresa brasileira de calçados e artigos esportivos, dona da famosa Havaianas e de outras marcas famosas, como Topper, Rainha, Mizuno, Dupé, Osklen e Timberland. Seu processo de internacionalização começou em 2007, na Argentina. Atualmente, suas operações internacionais próprias estão sediadas também nos Estados Unidos, Espanha, França, Inglaterra e Itália.

5. Camil

Fundada em 1963, a Camil Alimentos SA conta com mais de 50 tipos de produtos no segmento em que atua, têm também em seu portfólio as marcas Coqueiro e União. Hoje, por causa da exportação, a empresa está presente em mais de 50 países. Esse processo de internacionalização se iniciou em 2007, com a compra da empresa uruguaia Saman. Com a compra da chilena Tucapel, em 2009, a companhia tem 12 plantas no Brasil, 9 no Uruguai e 4 no Chile.

Como investir na internacionalização do seu negócio

Agora que você já sabe que a internacionalização é uma realidade para diversas empresas brasileiras, ajudando-as a ganhar competitividade e conquistar o sucesso e estabilidade, está na hora de entender como internacionalizar o seu próprio negócio. Descubra agora algumas dicas!

Estude o mercado internacional e sua empresa

O primeiro passo para uma internacionalização de sucesso é estudar o mercado. É importante entender quais são os principais costumes das pessoas, suas dores, necessidades e, inclusive, os possíveis concorrentes da sua empresa.

Porém, a etapa de estudo não para por aí! É essencial entender também qual a situação atual da sua empresa, potencial de crescimento e viabilidade de adaptação de processos, produtos e serviços. Isso significa que você precisa saber se a sua empresa consegue crescer e se expandir e qual a melhor forma de fazer isso, de acordo com a realidade e as necessidades atuais da organização.

Entenda a legislação do país de destino

A legislação de outros países pode ser totalmente diferente da brasileira, principalmente no que se refere à economia. Portanto, também pesquise a fundo esse assunto antes de iniciar o processo de internacionalização.

É preciso conhecer as leis que tratam sobre a entrada de empresas internacionais no país, quais são os direitos e deveres desse tipo de organização e impostos e taxas que podem ser cobrados. Além disso, você pode ter que contratar mão de obra do país de destino para realizar as atividades da empresa e, por isso, também precisa ter conhecimento sobre a legislação trabalhista local.

Desenvolva uma estratégia e um plano de negócios

Para entrar em um outro país, é preciso desenvolver uma estratégia clara e bem definida. Estabeleça planos de ação com metas a curto, médio e longo prazo, assim como um cronograma do processo.

Além disso, o modelo de negócios que vale para a atuação na sua empresa no Brasil precisa ser modificado. Portanto, crie uma nova estrutura para a empresa, voltada para o mercado internacional.

Prepare o produto para a internacionalização

Com a pesquisa realizada, sobre o mercado, pode ser que você perceba que o seu produto ou serviço precisa ser adaptado. Sabendo disso, prepare também o produto para a internacionalização. Faça as adaptações necessárias e possíveis e busque atingir um nicho ainda não explorado na localidade na qual deseja se inserir.

Crie novas estratégias para a empresa como um todo

Para garantir o sucesso da internacionalização, a sua empresa também precisa ser preparada como um todo para a nova fase, inclusive os colaboradores que irão permanecer em território nacional. Portanto, compartilhe o processo com toda a equipe, explicando o porquê e os benefícios da internacionalização.

Além disso, você precisa de time apto a implantar e gerenciar esse processo. Aqui, contar com um funcionário estrangeiro pode ser um excelente diferencial. Mas, para além disso, é essencial capacitar colaboradores específicos para atuarem como aliados em todo o processo.

Elabore um planejamento financeiro específico

A internacionalização envolve investimentos específicos por parte da empresa. Portanto, é essencial que você elabore um planejamento financeiro específico para o processo, de acordo com as necessidades da estratégia e a realidade da sua empresa.

Ao longo do tempo, acompanhe os resultados e gastos da organização, de forma a monitorar a internacionalização e realizar os ajustes necessários para garantir o sucesso do negócio.

Crie estratégias de marketing internacional

marketing internacional é essencial para que você tenha sucesso no processo de expansão. Afinal, a empresa está se inserindo em um mercado totalmente novo e precisa desenvolver estratégias eficientes para garantir que a marca atinja o sucesso nesse ambiente.

Para isso, explore a cultura local e descubra quais são as estratégias mais eficientes nesse novo contexto. Além disso, invista principalmente no marketing digital, principalmente devido ao fato de poder ser utilizada mesmo à distância.

Invista na Global Mobility

Global Mobility é um conceito novo que se refere à movimentação de pessoas pelo mundo. No contexto de internacionalização de empresas brasileiras, ele pode ser utilizado tanto na contratação de estrangeiros quanto no envio de colaboradores para o novo país.

Esse é uma ótimo aliado do processo de internacionalização, uma vez que um estrangeiro, nascido no país para o qual você deseja expandir, pode trazer uma série de informações sobre o novo mercado, contribuindo para uma estratégia de internacionalização mais eficiente. Além disso, o profissional da sua empresa, quando presente fisicamente no novo país, pode auxiliar nas adaptações necessárias e inserção do negócio no novo mercado.

Em suma, os benefícios da internacionalização de empresas brasileiras são incontestáveis. Expandir a atuação do seu negócio pode ser a solução que você precisa para ganhar novos mercados e potencializar o sucesso da sua empresa. Para isso, você deve se inspirar nos cases de sucesso e seguir as dicas deste post. Você vai ver o resultado na prática!

Se interessou pelo processo de internacionalização de empresas brasileiras? Quer saber mais sobre o assunto? Entre em contato com a AIESEC agora mesmo e conheça todas as soluções que temos para oferecer!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *