Liderança e motivação: 4 dicas para construir uma equipe engajada

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Uma empresa produtiva e eficiente depende de colaboradores engajados e comprometidos com os objetivos do negócio. Contar com apoio de funcionários entusiasmados só é possível quando liderança e motivação estiverem lado a lado.

Exercer liderança significa conduzir pessoas e transformá-las em um time capaz de gerar resultados positivos. É papel do líder motivar todos os membros da equipe por meio de atitudes inspiradoras.

A seguir, você vai entender melhor sobre a importância do líder no engajamento de uma equipe e ver algumas dicas práticas para desempenhar uma boa liderança. Aproveite e leitura!

Qual é a relação entre liderança e motivação?

Um líder que não motiva a sua equipe não é líder. Simples assim! Afinal de contas, é função da liderança extrair o máximo de cada um dos membros da equipe, colocá-los no lugar certo e guiá-los para que eles se realizem profissionalmente.

A motivação no ambiente corporativo, geralmente, vem de um estímulo externo que impulsiona a pessoa a agir de determinada forma. É o líder que fornece esse incentivo e ainda serve como fonte de inspiração. Aliás, a postura e as atitudes do gestor refletem no comportamento dos seus colaboradores.

Como construir uma equipe engajada?

O primeiro passo é conhecer muito bem a sua equipe. Isso porque cada pessoa tem fatores motivantes distintos e um bom líder precisa conhecer as particularidades dos colaboradores. A seguir, você vai ver 4 atitudes essenciais para uma engajar os funcionários.

1. Invista na qualificação profissional

Se você acha que o simples fato de chegar a um posto de liderança já significa que você está totalmente preparado, é hora de repensar nas suas convicções. Investir em capacitação profissional continuada é uma dica de ouro tanto para líderes quanto para liderados.

Essa é uma forma de se manter em aperfeiçoamento constante e adquirir conhecimentos atualizados para servir de referência à toda a equipe. Lembra de que o líder tem o poder de motivar com atitudes? Então dê o exemplo!

2. Saiba delegar tarefas

Assumir obrigações demais — principalmente as mais importantes — vai sobrecarregar o seu trabalho e transmitir aos colaboradores a sensação de que você não confia na sua equipe. Isso é perigoso! Portanto, saber delegar tarefas com eficiência é uma das habilidades mais importantes no desenvolvimento de líderes.

Contudo, é necessário estabelecer critérios claros para distribuição de afazeres e considerar habilidades individuais e experiência profissional de cada colaborador. Delegar tarefas muito simples para um funcionário de alta performance, por exemplo, vai desestimulá-lo. Por outro lado, responsabilidades complexas para um colaborador inexperiente pode gerar frustração.

Por isso, é importante escolher o colaborador adequado para cada função. O ideal é que as tarefas sejam desafiadoras na medida para estimular o desenvolvimento de novas habilidades e o crescimento profissional.

3. Promova bons relacionamentos dentro da empresa

Bons resultados são provenientes de uma equipe que atua em perfeita sintonia. Essa harmonia só é possível quando o líder mantém relacionamentos interpessoais saudáveis com os colaboradores e a alta direção.

Isso não significa que você deve se envolver emocionalmente com os funcionários. Na verdade, é necessário ter empatia, tratar todos muito bem, sem favoritismo e abrir espaço para o diálogo. Até uma certa dose de descontração é permitida, pois deixa o relacionamento mais leve e une a equipe.

4. Gerencie conflitos de forma assertiva

Desavenças entre colaboradores deixa o clima tenso, mas é bastante comum. Todavia, se as situações desconfortáveis não forem bem geridas, até quem não tinha nada a ver com a história fica desmotivado e o rendimento da equipe inteira cai.

Por isso, o líder não pode ficar inerte perante um conflito, nem tão pouco negar a existência dele. O ideal é identificar a natureza do desentendimento e transformá-lo em uma oportunidade de aprendizado e crescimento.

Viu só como liderança e motivação andam juntas? Afinal de contas, é papel do líder incentivar os colaboradores para que cada um dê o máximo de si. Lembre-se: uma equipe engajada é mais produtiva, e isso pode gerar mais lucros para o seu negócio.

Gostou do conteúdo? Então que tal ver mais artigos como este? Siga-nos nas redes sociais e fique por dentro de todas as nossas atualizações. Estamos no Facebook e no LinkedIn!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *