Método Sprint: passo a passo para aplicar nos seus projetos

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

No mundo corporativo não se pode perder tempo, afinal, tempo é dinheiro. Pensando nisso, uma metodologia que torna o processo de design informativo e ágil foi desenvolvida, a qual serve para ajudar as startups a passar de um protótipo para feedback, de um problema a outro de forma extremamente rápida, tudo em cinco dias. Estamos falando sobre o Método Sprint!

Startup ou uma grande organização? Bom, para esse método, isso não importa. Independentemente do tamanho do negócio, o Método Sprint pode ser aplicado para criar e para desenvolver novas ideias em um curto tempo.

O Sprint é usado com bastante frequência nos mais diferentes projetos. Quer saber mais sobre ele e conhecer o passo a passo para aplicar os seus projetos? Então continue acompanhando e confira!

O que é o Método Sprint?

O Método Sprint, ou também conhecido como Design Sprint, trata-se de um processo de design “express”, no qual um grupo de pessoas se junta durante 5 dias para responder perguntas críticas de negócios a partir de prototipagem, design e teste das ideias com os usuários.

Como surgiu e qual é o objetivo da metodologia?

O termo Sprint surgiu em referência às corridas de alta velocidade em um período curto de tempo. A metodologia também é conhecida como Google Design Sprint.

O objetivo do Método Sprint é ser um processo extremamente rápido a fim de solucionar questões críticas. O benefício desse processo é que ele pega um atalho muito vantajoso: em vez de aguardar para lançar um Minimum Viable Product (MVP) visando descobrir se a ideia é boa ou não, ele foca especificamente na validação da ideia com usuários, encurtando o processo.

Quais os passos para aplicar o Método Sprint nos projetos?

Unpack

No primeiro dia da Sprint, a sua equipe vai exteriorizar tudo aquilo que sabe a respeito da ideia. A expertise geralmente está espalhada em inúmeras cabeças diferentes. Logo, ter certeza que todos estão começando alinhados é indispensável para o sucesso do programa.

Desenvolvedores conhecem o que os designers não conhecem, os stakeholders sabem o que os product managers não sabem,  e assim por diante. Então, para facilitar esse processo de “unpack”, é importante propor atividades mais específicas para o time (desconstruir o produto atual, expressar a voz do consumidor, definir as métricas de sucesso, etc.).

Sketch

No segundo dia, todos precisam rabiscar as ideias. As pessoas vão trabalhar de maneira individual colocando as soluções para determinado problema/ideia no papel. O ideal é conseguir colocar o máximo possível no papel, sem discutir muito em grupo no começo.

Após todos rabiscarem, é o momento do time ir olhando para cada um dos sketches e conversar sobre como aquilo poderia funcionar. No fim, há um sistema estruturado para criticar o trabalho e votar soluções mais adequadas.

Decide

No terceiro dia, haverá pelo menos uma dúzia de ideias para escolherem. Isso é muito bom, mas há um problema, uma vez que não é possível prototipar todas as ideias em apenas um dia. Portanto, o objetivo do terceiro dia é filtrar as ideias, e no fim do dia optar por uma única ideia que vai ser prototipada.

Prototype

Chegou o dia de prototipar. É preciso ser produtivo, por isso é importante escolher ferramentas com as quais vocês já estejam acostumados a trabalhar de forma rápida.

O ideal é planejar todas as atividades do dia logo cedo. É importante montar um protótipo daquela ideia até o fim do dia.

Test

No quinto e último dia é preciso mostrar os protótipos, em sessões individuais, para os potenciais usuários do produto. O produto é apresentado para o usuário e ele vai dando feedback em tempo real, dizendo o que gosta e o que não gosta. No fim do dia é preciso se reunir para discutir o feedback que receberam dos usuários e, por fim, decidir se a ideia sobrevive ou não.

Enfim, um ponto muito positivo do Método Sprint é a limitação de tempo. Uma restrição que deixa os membros da equipe muito mais motivados por terem sempre a sensação de estarem movendo rapidamente.

Gostou do texto? Então aproveite para assinar a nossa newsletter para receber as nossas novidades em sua caixa de entrada!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *