O que nós jovens queremos em um ambiente de trabalho?

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Movidos por desafios, os jovens cada vez mais procuram um ambiente de trabalho dinâmico, flexível, e que tenha espaço para novas ideias. Essa geração, a qual conhecemos por geração Y, é influencia pela tecnologia, especificamente a internet. Esses jovens são movidos pela ansiedade mais exagerada devida a instabilidade com que as coisas vão mudando.

O que esperamos do mercado de trabalho?

Estabilidade, antes no topo da lista de benefícios de uma oportunidade profissional, hoje perde lugar para aspectos como clima agradável e cultura organizacional. Existe uma mistura entre a vida pessoal e profissional que não existia antes; uma busca por conquistar o mundo rapidamente.

Essa geração busca possibilidade de crescimento, e em geral não concorda com a necessidade de cumprir um expediente rígido. O que importa, para eles, é que o resultado final seja entregue dentro do prazo esperado, ainda que boa parte tenha sido produzida fora do intervalo entre 8h e 18h. Os jovens querem empreender dentro das empresas e sentir que têm voz. Querem o aval de seus líderes para assumir riscos quando necessário, e apoio para implementar inovações. “Busco um lugar que seja colaborativo, que me permita aprender coisas novas e me dê autonomia”, diz Aline Frigo, 24 anos, formada em administração. Ser reconhecido pelo trabalho realizado, para o recém graduado engenheiro civil Flávio Santos, também é importante.

Por que os jovens querem sucesso antes dos 30?

Essa ambição por atingir o êxito no ambiente de trabalho antes dos 30 anos, vem daquilo que havia mencionado antes, a ansiedade de querer conquistar o mundo, de resolver tudo rápido. Todavia, esses jovens entram no mercado de trabalho qualificados em termos acadêmicos, não tiveram que suportar a dura realidade de trabalhar muito cedo como a maioria dos pais tiveram. Eles são super protegidos pelos pais e sentem a necessidade de superá-los.  Assim, vem a pressão de alcançar o sucesso, uma forma de devolução a todo o esforço que seus pais tiveram e de investimento no filho.

Dinheiro é importante, claro, e a ambição por cargos mais altos vem cada vez mais cedo. Mas essa não é uma geração que produz mais sob pressão. Quanto mais apaixonados pelo que fazem, mais além querem ir. Ofereça liberdade, autonomia, e uma causa para perseguir, que em troca terá equipes fieis e motivadas para fazer sua empresa ir mais longe.

processo seletivo para jovens talentos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *