Talento Global: como montar o currículo para vagas internacionais

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Um dos pontos mais importantes quando vamos começar a entrar no mercado de trabalho é o currículo. Vai ser com base nele (e claro, da entrevista), que o avaliador vai ver se você se encaixa na vaga que ele está procurando, por isso ele precisa estar muito bem estruturado e escrito.

É claro que quando o assunto são vagas internacionais, as dúvidas pioram e a preocupação também. Para concorrer a vagas internacionais, não é o suficiente apenas traduzir o seu currículo para o idioma do país de destino, mas entender as características e requisitos que eles demandam. Por isso, estamos aqui para te ajudar a montar um currículo internacional perfeito. Vamos lá!

8 práticas para criar seu modelo de currículo internacional

1 – Tamanho ideal e informações obrigatórias

O currículo internacional é bem diferente do brasileiro, principalmente referente a tamanho. Por exemplo, na Europa é normal ter muitas informações, já nos Estados Unidos a qualidade é a chave. É importante pesquisar as características de cada país antes de você fazer seu currículo, já que a cultura local pode mudar totalmente. Alguns países gostam de certos dados, outros não ligam muito.

2 – Sumário

Essa parte fica após as informações pessoais obrigatórias, o “summary”, é um parágrafo de aproximadamente quatro linhas, onde é importante informar a experiência profissional que tem, o que faz hoje, idiomas falados, anos de trabalho e áreas em que atuou. Lembre-se, aqui eles não querem saber suas habilidades, mas sim algo mais relacionado a conquistas e números. Por isso, foque em seus atingimentos e feitos.

3 – Educação e Carreira

Onde deve inserir a formação acadêmica, pode especificar sobre a sua faculdade e cursos, inclusive o país onde foi feito, ano de início e conclusão.

Logo abaixo de educação, na carreira, as experiências precisam ser dispostas em ordem cronológica, no topo vai ficar o trabalho atual e vai descendo, das recentes para a mais antiga. Coloque sempre o mês que começou a trabalhar e qual terminou, inclusive o país de atuação. Se você já realizou algum curso no exterior ou intercâmbio, pode inserir essa atividade junto com as profissionais.

4 – Trabalho Voluntário

Para encerrar, o trabalho voluntário é algo muito bem visto no exterior, então pode dedicar uma parte só para eles, aqui você inclui eles e as referências profissionais que possui. Mostre o desenvolvimento pessoal e habilidades que adquiriu com sua experiência voluntária.

Talento Global

currículo talento global

O programa Talento Global é a oportunidade perfeita você jovem que quer desenvolver sua liderança e se inserir no mercado de trabalho internacional, desafiando-se em um ambiente totalmente novo, enquanto alavanca sua carreira em uma visão mundial com algum dos nossos parceiros.

Entendeu tudo? Agora é hora de colocar em prática, criar seu currículo e se aplicar para sua vaga!

Inscreva-se agora e o escritório mais próximo de você entrará em contato!

Por Gabrielle Aguiar