Onboarding de colaboradores: conheça 4 vantagens para sua empresa

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Encontrar o profissional ideal a sua empresa é sempre um desafio. Contudo, o trabalho não para por aí. Para reduzir a curva de aprendizagem e auxiliar o colaborador a se adaptar à rotina de trabalho mais rapidamente, é essencial investir em onboarding.

Ao estruturar essa tática de integração, é possível otimizar os resultados da corporação. Afinal, o novo funcionário passará por uma imersão para ter uma visão ampla e realista de como a empresa funciona.

Quer entender melhor esse processo? A seguir, você vai ver o que é onboarding e conhecer 4 vantagens de usar a estratégia. Confira!

O que é onboarding?

É o processo de integração de um novo funcionário à organização. Essa estratégia consiste em apresentar ao novo colaborador alguns pontos importantes sobre a empresa como:

  • missão, visão e valores;
  • código de ética;
  • cultura organizacional;
  • processos internos;
  • tecnologias utilizadas;
  • colegas de trabalho etc.

Essa acolhida auxilia no processo de adaptação e deixa o colaborador confortável no novo ambiente corporativo. Dessa forma, ele pode atingir alta performance em um curto período de tempo.

Quais são as 4 vantagens do onboarding?

Cuidar da integração de colaboradores recém-contratados é uma questão estratégica, pois permite que a corporação tenha uma melhor desempenho. Confira 4 benefícios desse processo.

1. Proporciona uma experiência de contratação diferenciada

O onboarding é pensado ainda no processo de recrutamento e seleção. Isso porque contratar funcionários alinhados à cultura da empresa já facilita o processo de integração e evita desligamentos futuros.

Além do mais, a acolhida reforça uma imagem positiva da empresa. Assim, ela cria uma boa reputação como marca empregadora e consegue atrair talentos cada vez mais engajados.

2. Garante uma boa relação entre a equipe

Encontros de apresentação de novos colaboradores promovem uma aproximação imediata. Assim, os funcionários estabelecem conexões, desenvolvem boas relações interpessoais e constroem uma rede de informações para se auxiliarem.

Aliás, com uma boa recepção, a apreensão dos primeiros dias de trabalho desaparece e a comunicação fica mais clara. O resultado é uma equipe mais unida que contribui, efetivamente, para levar resultados positivos ao negócio.

3. Melhora a produtividade do funcionário

Já dizia aquele velho ditado: “a união faz a força”. Uma equipe que se relaciona bem consegue produzir mais e melhor — tanto do ponto de vista coletivo, quanto individual. Por isso, a integração da equipe aumenta a produtividade.

Inclusive, como o novo colaborador foi bem acolhido, ele ficará motivado, por isso conseguirá se desenvolver rapidamente. Logo, ele pode alcançar o auge da performance para assumir mais responsabilidades.

4. Diminui o turnover

Ao entrar na empresa, o colaborador já terá logo de cara a consciência de todos os processos, da rotina, da cultura, entre outros. Essa clareza sobre o ambiente de trabalho, em adição ao bom clima proporcionado pelo acolhimento, permite que o funcionário tenha prazer em exercer suas funções.

Assim, o novo funcionário não verá necessidade de abandonar o posto em busca de novas oportunidades. Afinal, ele perceberá que a sua atuação é importante para empresa e desenvolverá um sentimento de pertencimento.

O processo de onboarding é essencial para transmitir ao novo colaborador dados importantes sobre a organização e encurtar o período de adaptação. Vale lembrar que um bom líder tem papel de destaque nesse contexto. Afinal, ele é o maior responsável pela integração do novo funcionário e pelo desenvolvimento de talentos.

Gostou do artigo? Então que tal entender melhor o papel do líder no desenvolvimento de competências do colaborador? Você vai conhecer algumas práticas importantes para estimular a melhoria contínua da equipe.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *