Qual o mundo que você quer ver?

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Pra hoje gostaria de falar um pouco sobre meio ambiente. Tá eu sei que atualmente é um pouco clichê, mas mesmo assim, é uma pauta que precisa existir. O cuidado com o mundo – muito além do que nossa janela mostra – deve sempre ser prioridade. E quero ir um pouco além de queimadas e desmatamento mas, principalmente,  sobre como estamos cuidando e qual a nossa relação e papel nisso tudo.

Como o tema da nossa coluna hoje é World Citizen, gostaria de saber se você se sente um cidadão global? Pergunta difícil não é? Nesse caso, estou realmente querendo falar sobre a nossa responsabilidade como cidadão e residentes (do planeta terra) e do quanto estamos nos (ou não) responsabilizando quando nos referimos a preservação.

Acredito que você já tenha lido um pouco ou pelo menos visto nas mídias sociais o que estava acontecendo com a Amazônia e outros locais ao redor do mundo. A mudança climática que estamos passando está cada vez mais forte e caso você queira se saber mais aqui tem mais informações sobre as mudanças climáticas as quais estamos passando.

Pois bem, notícias como estas não são nenhuma novidade. As abordagens sobre temas como sustentabilidade, clima e preservação de fauna e flora com o intuito de cuidar do planeta, vem a muito se falando não só por jornais, mas também mídias sociais, documentários, filmes, entre outros. Mas nesse ultimamente tem se tornado uma preocupação geral devido ao fato que só temos uma chance para fazer funcionar e cuidarmos do lugar que chamamos de casa, mas se caso precisar de mais razões aqui te apresento 5, confere lá.

Tenho que dizer que demorou mas eu aprendi a assumir responsabilidade por tudo que produzo, eu quero dizer, que desde tudo que consumo em restaurantes e compro em supermercados até participar de projetos e ações ambientais. Aprendi a assumir responsabilidades com o planeta. Sim, devemos cuidar melhor de onde vivemos e planejamos permanecer. Por que não mostrar que nos importamos de verdade com o que está acontecendo no mundo e nos tornarmos um cidadão global?

O cidadão global não necessariamente tem que ser aquele ativista que está dia a dia lutando pela causa, mas aquele que em pequenas atitudes mostra que se importa com o que está acontecendo com o mundo. Quer um exemplo simples?! Separar, reduzir e reutilizar o lixo que você produz ou pensar no que você consome ( que tal começarmos a diminuir o uso de embalagens plásticas?). Parece simples mas imagina se toda vez que esse assunto foi abordado ao menos uma pessoa tivesse começado a fazer diferente?! De conversa por hoje é isto. Agora é a hora de sair da teoria e começar a fazer nossa parte. Vamos juntos?!  Ah… e me conta: qual o seu papel na preservação do mundo? Qual a sua causa?!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *