Hard Skills mais exigidas nos processos seletivos

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Para conquistar uma vaga no mercado de trabalho é importante se atentar aos processos seletivos. Claro que cada empresa tem seu método, mas em alguns pontos elas se assemelham, como na exigência e utilização dos termos soft e hard skills.  Ambos são muito usados nas áreas de recursos humanos para mensurar as aptidões dos candidatos. 

Antigamente, eram comum os recrutadores medirem apenas as habilidades técnicas (Hard Skills), mas com a modernização do mercado de trabalho, as habilidades mais subjetivas (Soft Skills) também estão sendo bastante valorizadas. 

Nesse texto, iremos falar apenas das hard Skills, o que são e, principalmente, as que estão sendo mais exigidas nos processos seletivos de grandes corporações. 

Hard Skills: o que são? 

hard skills em processos seletivos
A palavra “skills” vem do inglês e significa habilidades. Hard skills são as capacitações técnicas de um profissional/ Imagem: Reprodução Pexels

Como dito acima, por muito tempo as hard skills eram as únicas aptidões exigidas pelos recrutadores, justamente por serem habilidades que são facilmente mensuradas. Essas habilidades também são aprendidas e podem ser identificadas através de um diploma, certificado ou até mesmo portfólio. 

Portanto, as hard skills são habilidades técnicas que podem ser aprendidas por meio de cursos, treinamentos, workshops, etc. Nos processos seletivos, é possível identificá-las também por meio de testes específicos e avaliações de conhecimento, onlines ou não. 

Alguns exemplos são: conhecimento em uma língua estrangeira, domínio de excel, mestrados e doutorados, habilidades ligadas ao pacote adobe, entre outras. 

Quais hard skills estão sendo mais cobradas nos processos seletivos? 

Procure por cursos que ofereçam certificados comprovando a sua habilidade/ Imagem: Reprodução Pexels

É fato que as hard skills variam conforme a profissão do candidato, como por exemplo os profissionais de marketing que necessitam de conhecimento em ferramentas de ADS ou do adobe; ou então os profissionais de TI, que é imprescindível o conhecimento sobre programação. 

No entanto, há algumas habilidades técnicas que são coringas. Essas hard skills podem ser diferenciais nos currículos de grande parte dos candidatos. 

A primeira é o conhecimento de outros idiomas, como o inglês e o espanhol. É muito comum em qualquer vaga de emprego para ensino superior exigir pelo menos o conhecimento básico em inglês e/ou espanhol. Nesse texto falamos um pouco sobre como o intercâmbio pode ajudar nesse aprendizado: O intercâmbio como ponte para aprender outro idioma.

Dica: Além de morar em outro país, você pode desenvolver uma nova língua por meio de cursos de idiomas, vídeos online, aplicativos, entre outros. Quando estiver aprendendo um novo idioma, tente imergir totalmente nessa nova língua, mudando o idioma do celular, lendo notícias no idioma ou até se aventurando em assistindo séries e filmes com legendas e áudio no idioma. 

Outra hard skill que aparece bastante nos pré-requisitos das vagas é o conhecimento do pacote office, como o word, o powerpoint e o excel. Com o aumento do uso das tecnologias nas empresas, é raro algum negócio que não utilize técnicas de computação e gestão de informações em ferramentas virtuais, portanto, saber utilizar essas ferramentas são essenciais em grande parte das profissões. 

Dica: Busque cursos onlines sobre e tente treinar! Essas ferramentas são mais fáceis de aprender conforme você as usa e, consequentemente, tenha mais familiaridade com o funcionamento. 

Uma terceira habilidade é o pensamento analítico, uma capacidade que pode ser vista como hard skill. Apesar de ser subjetiva, é possível desenvolver essa aptidão por meio de ferramentas de gestão que auxiliem na coleta e na análise de dados. Uma habilidade que pode ser útil em qualquer área que vise os negócios. 

Dica: Procure ler mais livros, seja um bom observador e esteja sempre em busca de participar de projetos novos. Também é possível desenvolver a habilidade de maneira divertida: com jogos de tabuleiro de lógica!

Quer saber mais de como conquistar o recrutador na hora da entrevista? Clica neste post aqui: Como conquistar recrutadores através do intercâmbio voluntário.

E caso você já queira adquirir algumas habilidades por meio de uma experiência diferenciada, confere no nosso site as oportunidades de intercâmbios. Aproveita que somente no mês de novembro estamos com descontos imperdíveis

Gostou do texto? Deixe seu like e comente! 

Texto escrito por: Caroline Roxo 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *